É fácil prevenir-se contra o câncer de pele. Saiba como clicando aqui!

Área Médica
Siga-nos:

Menu

Pesquisar

A importância do repouso

Atualmente há grande interesse das pessoas no rejuvenescimento da pele e, para isso, procuram procedimentos cosméticos mais ou menos agressivos, desde o simples uso de cremes até cirurgias plásticas. Poucas se lembram, porém, de que o aspecto viçoso é resultado de um conjunto de fatores, não só dos cuidados externos, e que vem basicamente das condições internas que a pessoa cria no seu organismo.

Entre esses fatores tem papel importante o repouso, para o qual, há certas recomendações a serem observadas, a fim de que ele funcione não só como renovador das energias, mas principalmente como rejuvenescedor.

O sono

Quando falamos em repouso, lembramos de sono. Efetivamente, essa é a forma fisiológica que praticamos diariamente, forçados pela Natureza, pois, quando a atividade ultrapassa determinado limite, o sono se impõe e a pessoa é forçada a repousar. Exceto em situações excepcionais, de estresse elevado, o sono se apresenta automaticamente e indica que há necessidade de recuperar energias.

O repouso imposto pelo sono é o meio natural de o organismo refazer suas forças e reorganizar os sistemas para se preparar para nova jornada de atividades. Isso ocorre todos os dias, seguindo um ritmo que se renova a cada 24 horas. Esse ritmo faz parte de um conjunto de ritmos a que estamos submetidos. Parece que todo o Universo é rítmico e os eventos vêm e voltam de tempos em tempos.

Vemos que as estações do ano se sucedem a cada três meses, as fases da Lua a cada 28 dias, as marés a cada seis horas. No organismo humano temos o ciclo menstrual, com a mesma duração que o ciclo lunar, o ciclo da fome/ingestão/digestão, que dura mais ou menos oito horas.

O próprio sono tem fases superficiais e profundas, uma delas sendo aquela em que ocorrem os sonhos, chamada fase REM (de Rapid Eye Movement). Durante o período de oito horas de sono, podem ocorrer 35 alterações fásicas, ocupando cada ciclo cerca de 90 minutos. Ao final do período de sono, há uma mudança completa no organismo, que se traduz por disposição para as ações diárias, capacidade de pensar e sensação de energia em todo o corpo. As células da pele foram renovadas aceleradamente e o sistema imunitário encontra-se ativado.

Horas e horários

A quantidade de horas de sono é variável conforme a pessoa e conforme sua idade. É geralmente aceito que a média de seis a oito horas de sono é comum para a maioria das pessoas. Quando o organismo é forçado a encurtar suas horas de repouso pelo sono, cria-se estresse, que afeta, em primeiro lugar, a função imunitária e subseqüentemente todos os outros sistemas e órgãos. É conhecida a manifestação cutânea, vulgarmente chamada olheiras, que indica cansaço, falta de repouso ou esgotamento físico. Esse é apenas um dos sintomas que a falta de repouso adequado cria na pele.

Para que o sono cumpra suas funções é preciso que se atente para certas características de seu ritmo. Diz a tradição ayurvédica que, para obter o melhor rendimento das horas de sono, convém observar seu ritmo, ter hora certa para dormir e para acordar e manter um intervalo de três horas entre a última refeição e o adormecer. Isso é explicado pela sucessão dos agentes dominantes fundamentais, chamados doshas, que são em número de três: Vata, Pitta e Kapha.

Vata controla o movimento, Pitta controla o metabolismo e a digestão, Kapha controla a estrutura física e o equilíbrio dos fluidos. A hora mais adequada de ir dormir, conforme explica o Dr. Deepak Chopra, famoso médico e escritor indiano radicado nos EUA, maior divulgador no mundo do conceito de medicina mente-corpo, é no ponto de conexão dos períodos Kapha e Pitta da noite, às 22 horas. A partir dessa hora até as duas horas da madrugada ocorreria uma ativação rejuvenescedora dos tecidos. Dormir muito além desse horário significa perder o descanso rejuvenescedor, que começa no final do período Kapha. O momento melhor de levantar está no final do período Vata da manhã e início do período Kapha, ou seja, às 6 horas.

Sono x rejuvenescimento

As pesquisas científicas têm confirmado essas afirmações antigas. Descobriu-se que o hormônio melatonina, que neutraliza radicais livres, promove o relaxamento geral e favorece o rejuvenescimento, talvez pela facilitação da produção do hormônio de crescimento, começa a ter sua produção aumentada pela glândula pineal a partir do pôr do sol e atinge o máximo de sua atividade entre as 22 e as 2 horas, declinando daí para a frente para chegar ao nível mínimo ao clarear o dia.

Embora a necessidade de sono seja inteiramente individual, parece que estar dormindo nesse intervalo de tempo beneficia a maioria das pessoas. Quem pretende manter a pele sem estresse e rejuvenescê-la deveria estar dormindo nesse horário e levantar ao clarear do dia.

Lazer também é repouso

Este é um aspecto do descanso muitas vezes negligenciado. Na sociedade consumista e competitiva estimulada pela idéia exclusiva de lucro e vantagens, que devem ser obtidos a qualquer preço, o lazer é colocado em segundo plano e até menosprezado como se fosse vadiagem.

Entretanto, o lazer é essencial para um bom rendimento no dever. Lazer significa desligar-se das obrigações e, por algum tempo, dedicar-se a atividades que causem prazer, nas quais não haja compromissos de horário nem de metas a atingir. Podem ser férias, passeios, cinema, dança, ler, escrever, caminhar, correr, fazer ginástica, conversar ou estar com pessoas. Isso leva a descontração e aumento dos hormônios que produzem relaxamento, calma e euforia, diminuindo, assim, o estresse das atividades profissionais.

É importante preservar o espaço para o lazer na agenda diária evitando que ele seja contaminado por obrigações, como sair a passear com a família na expectativa de ser chamado para solucionar um defeito numa central de computação. Parafraseando o recentemente falecido jogador de futebol Didi, que dizia que treino é treino, jogo é jogo, pode-se tomar como princípio que trabalho é trabalho, lazer é lazer, cada um no seu tempo.

Fazer nada…

Uma forma aparentemente estranha de repouso é dar uma parada eventual nas atividades, por curto período de tempo, como um ou dois minutos, e fazer nada. Uma parada, que não esteja na agenda, é um momento para respirar, centrar-se, reorganizar idéias e relaxar a musculatura.

Benefícios para a pele

Quem deseja, pois, rejuvenescer a pele ou mantê-la com viço deve ter em mente que os procedimentos externos, como os peelings e preenchimentos cutâneos, entre outros, precisam ser alicerçados na redução do estresse ao mínimo nível possível.

Para isso, a observância da regularidade e da quantidade de sono, a preservação do tempo para o lazer e a descontração momentânea em diversas ocasiões contribuem essencialmente para a vitalidade dos componentes cutâneos pela produção dos mediadores cerebrais do estado de calma. Pele descansada é pele mais bonita e saúdavel.

Colaboração: Dr. Roberto Azambuja – Dermatologista

 

Veja também

A influência da atividade física sobre a pele

E compartilhe!

Câncer de Pele

Saiba o que é e aprenda a se prevenir

O câncer da pele é um tumor formado por células da pele que sofreram uma transformação e multiplicam-se de...

Saiba mais

Fale com o Doutor

Encontre um Dermatologista

Utilize o nosso sistema de busca para encontrar o dermatologista na localidade ideal para você!

Ir à Busca
Publicidade
Desenvolvido por Visana Comunicação