É fácil prevenir-se contra o câncer de pele. Saiba como clicando aqui!

Área Médica
Siga-nos:

Menu

Pesquisar

Melanoma: detecção de lesões suspeitas é fundamental

O melanoma, tipo de câncer de pele mais grave, pode ser letal. Sua incidência tem crescido mais rapidamente do que a de qualquer outro câncer, tornando-se assim um importante problema de saúde pública.

Risco aumentou 20 vezes em 50 anos

Em 1935, um indivíduo tinha um risco de 1 para 1.500 de desenvolver melanoma durante sua vida. Na década de 80, o risco havia aumentado para 1 em 250 e, em 2001, já atingiu 1 em 71. Em outras palavras, o risco de desenvolver melanoma aumento vinte vezes nos últimos 50 anos. A projeção estatística é de que atingirá uma em cada 50 pessoas no ano 2010.

Quais são os fatores de risco?

O que está causando o aumento da incidência do melanoma? Vários fatores têm sido sugeridos, como: pele clara, história familiar de melanoma, sardas grandes e numerosas nos ombros, história de três ou mais queimaduras de sol com bolhas antes dos 20 anos de idade, atividades expostas ao sol por três anos ou mais durante a adolescência, seja por esporte ou trabalho e numerosos “sinais ou pintas” pelo corpo.

nevos

Múltiplos “sinais e pintas” (nevos melanocíticos)

Identificar lesões suspeitas é fundamental para a cura

Apesar de ser fatal quando diagnosticado tardiamente, o melanoma é 100% curável se tratado no início da sua evolução. Portanto, a detecção precoce do melanoma pela identificação de lesões suspeitas é fundamental. O melanoma se inicia como um sinal escuro, plano, assimétrico, de cor irregular e bordas mal definidas que, em geral, quando é notado, tem o diâmetro de um lápis.

melanoma

Melanoma

Progride, tornando-se irregular na cor e na textura, aumenta em diâmetro e volume. O tratamento é cirúrgico, retirando-se toda a lesão. Enquanto o tumor for superficial e estiver confinado à epiderme (camada mais superficial da pele), não haverá risco de metástase (disseminação de células à distância), e a cura é completa. Daí, a importância da detecção e do tratamento precoces.

Na fase inicial o melanoma é 100% curável

Deve-se frisar que ainda não existe cura para o melanoma em grau avançado, ao passo que, em fases iniciais é inteiramente curável. Portanto, ninguém deveria morrer devido ao melanoma.

Caminhos para a prevenção existem e, para isso, a população deve ser conscientizada para os fatores de risco e os cuidados para a proteção contra os raios solares. Na verificação de lesões possivelmente suspeitas, o dermatologista deve ser procurado para uma consulta.

Saiba mais sobre prevenção do câncer de pele e sobre melanoma.

Fonte: Jornal A Pele (Fundação Nacional do Câncer de Pele)

E compartilhe!

Câncer de Pele

Saiba o que é e aprenda a se prevenir

O câncer da pele é um tumor formado por células da pele que sofreram uma transformação e multiplicam-se de...

Saiba mais

Fale com o Doutor

Encontre um Dermatologista

Utilize o nosso sistema de busca para encontrar o dermatologista na localidade ideal para você!

Ir à Busca
Publicidade
Desenvolvido por Visana Comunicação