É fácil prevenir-se contra o câncer de pele. Saiba como clicando aqui!

Área Médica
Siga-nos:

Menu

Pesquisar

Pomada de Tacrolimus: repigmentação do vitiligo em crianças

Estudo publicado no Jornal da Academia Americana de Dermatologia avaliou a eficácia do Tacrolimus tópico no tratamento do vitiligo pediátrico. Cinquenta e sete crianças com idade média de 9,2 anos foram tratadas com Tacrolimus por no mínimo 3 meses.

Nenhum dos pacientes havia apresentado repigmentação espontânea anteriormente. No total, 43 pacientes tinham usado alguma terapia anterior, porém com uma melhora limitada ou sem apresentar resultados. Todos os locais com vitiligo foram tratados.

Melhora significativa

O tratamento apresentou uma melhora significativa, com resposta, pelo menos parcial, de 84% das crianças. Das 48 crianças que usaram a pomada 2 vezes ao dia, 41 responderam ao tratamento. Porém, apenas 55% dos 9 pacientes que usaram a medicação uma vez ao dia obtiveram resposta.

No tratamento foram usadas 2 concentrações da pomada: 0,03% e 0,1%. No entanto, baseando-se na concentração da pomada, os resultados não diferiram estatisticamente.

Apenas 2 pacientes relataram queimação após o uso da pomada, interrompendo temporariamente a terapia e, em ambos os casos, a medicação foi reiniciada em poucos dias sem sintomas.

Melhores resultados na face e pescoço e durante o verão

Os estudos mostraram uma melhor resposta das lesões na face e pescoço. Das 38 crianças que tiveram estas áreas tratadas, 89% responderam à terapia tópica com Tacrolimus. Das 32 com o tronco e extremidades afetados, 63% responderam, pelo menos parcialmente, ao tratamento.

Os dados mostraram uma grande melhora durante o verão, o que sugere que a combinação da pomada de Tacrolimus com luz UV pode apresentar melhores resultados.

Fonte: Nótulas Terapêuticas Dermatus (Março/2005).

E compartilhe!
Desenvolvido por Visana Comunicação