É fácil prevenir-se contra o câncer de pele. Saiba como clicando aqui!

Área Médica
Siga-nos:

Menu

Pesquisar

Dermatite perioral, dermatite periorificial

O que é?

Dermatite perioral é uma doença que surge na pele da face, principalmente ao redor da boca e nariz, mas que também pode se apresentar ao redor dos olhos, quando recebe a denominação de dermatite periocular.

A doença afeta principalmente mulheres na faixa entre 15 e 45 anos, sendo menos comum em homens. Também pode afetar crianças de qualquer idade. A maioria das pessoas com dermatite perioral se encontra em uso de corticosteróides tópicos na pele da face, principalmente os fluorados, ou de corticosteróides inaláveis para tratamento de alergia respiratória.



A causa exata da doença não é bem definida, mas parece estar relacionada com disfunção da barreira epidérmica, alteração da microflora cutânea e do sistema imune da pele.

Ao contrário da dermatite seborreica, que pode afetar áreas semelhantes da face com sintomas parecidos, o fungo Pityrosporum não está envolvido com a causa da dermatite perioral.

A doença pode ser induzida pelo uso de esteróides tópicos ou inalatórios, cremes cosméticos, maquiagens, filtros solares, pastas de dente fluoradas, falta de higiene, mudanças hormonais ou uso de contraceptivos orais.

Manifestações clínicas da dermatite perioral

A dermatite perioral se manifesta como erupção facial formada por pequeninas pápulas (lesões elevadas) avermelhadas, eritema (vermelhidão), ressecamento e descamação da pele, podendo haver também a presença de pústulas em alguns casos. Uma fina faixa de pele, mais próxima dos lábios, costuma estar poupada, como se observa na foto abaixo.

dermatite perioral

Dermatite perioral ao redor da boca e nariz

Mais comum ao redor da boca (perioral), também pode surgir ao redor das narinas (perinasal) e dos olhos (periocular). Pode ser unilateral ou bilateral e os sintomas associados costumam ser de coceira e sensação de queimação na pele.

Ao contrário do que ocorre na rosácea, doença com a qual é muitas vezes confundida, as bochechas e a fronte não costumam ser atingidas.

Mais raramente, a manifestação também pode ocorrer nos genitais, com um quadro clínico semelhante que aparece ao redor dos grandes lábios nas mulheres, bolsa escrotal nos homens e ânus em ambos os sexos.

Tratamento

A dermatite perioral costuma responder bem ao tratamento, mas podem ser necessárias algumas semanas para uma melhora importante ser percebida em casos intensos e/ou de longa duração.

É fundamental interromper o uso de cremes contendo corticosteróides. Em casos intensos, pode ser necessário proceder a um “desmame” gradual para evitar um efeito rebote com piora do quadro. Isso pode ser feito através da troca para um esteróide mais fraco e de aplicações cada vez menos frequentes até a total interrupção.



Evitar o uso de sabonetes agressivos e cosméticos até a descamação ceder.  Fazer compressas com chá de camomila gelado ou água boricada pode ser útil.

Alguns medicamentos tópicos, como a eritromicina, clindamicina, metronidazol, pimecrolimus, tacrolimus e ácido azelaico podem ser indicados pelo médico dermatologista, de acordo com cada caso. Para quadros mais intensos, o médico pode prescrever também antibióticos por via oral, como a doxiciclina. A isotretinoína em doses baixas também pode ser indicada em alguns casos resistentes a outros tratamentos.

A dermatite perioral pode ser prevenida evitando-se o uso continuado de cremes com corticosteróides na face, assim como cosméticos com veículos oclusivos.

Quando for necessário o uso de um produto contendo corticosteróide para tratar uma erupção na face, este deve ser usado apenas sobre a área onde é necessário, com a menor potência possível para tratar o problema e ser descontinuado assim que houver a melhora do quadro.  Corticosteróides fluorados devem ser evitados na face.

Mesmo após o sucesso do tratamento, a doença pode voltar a se manifestar em outro momento, quando o tratamento deverá ser repetido.

 

Colaboração: Dr. Roberto Barbosa Lima – Dermatologista

 

E compartilhe!
Desenvolvido por Visana Comunicação