É fácil prevenir-se contra o câncer de pele. Saiba como clicando aqui!

Área Médica
Siga-nos:

Menu

Pesquisar

Hemangioma infantil

O que é?

O hemangioma infantil é uma proliferação de vasos sanguíneos na pele que aparece como mancha ou tumoração, de coloração vermelha viva ou arroxeada. É o tumor mais comum na infância e ocorre com maior frequência no sexo feminino e em prematuros.

Não se sabe ao certo o que provoca o seu surgimento mas estudos o relacionam com algumas proteínas produzidas pela placenta durante a gravidez. O fato de ser comum a sua ocorrência em crianças submetidas a procedimentos placentários durante a gravidez corrobora esta suspeita.

O hemangioma infantil é uma lesão benigna que tende a crescer durante o primeiro ano de vida e então iniciar um processo de regressão espontânea.

Na maioria das vezes, não requer tratamento e, ao redor dos 10 anos de idade, uma criança que nasceu com um hemangioma geralmente apresentará apenas traços discretos do tumor.

Manifestações clínicas do hemangioma infantil

O hemangioma pode estar presente ao nascimento mas é mais frequente o seu surgimento durante as primeiras semanas de vida. Em geral, ele se inicia como uma mancha vermelha e plana em qualquer local do corpo, sendo localizações frequentes a face, o couro cabeludo (foto abaixo) e a nuca.

hemangioma infantil

Hemangioma infantil no couro cabeludo

Usualmente, aparece como lesão única, mas algumas crianças apresentam mais de uma lesão, fato mais frequente em gêmeos. O tamanho pode variar desde poucos milímetros a vários centímetros de diâmetro.

Durante o primeiro ano de vida ocorre a fase proliferativa, quando a mancha vermelha aumenta de volume tornando-se elevada e “esponjosa”. Após esta fase, o hemangioma para de crescer e entra em um período de repouso para, finalmente, iniciar um processo de regressão e lentamente desaparecer.

hemangioma infantil

Hemangioma na fase proliferativa

A metade dos hemagiomas desaparece até os 5 anos de idade, 70% até os 7 anos de idade e praticamente todos terão regredido até os 10 anos. A cor avermelhada também clareia. Após a regressão, pode deixar no local alguma descoloração, excesso de pele ou cicatriz.

Tratamento

A grande maioria dos hemangiomas não requer nenhuma forma de tratamento. Alguns pais desejam tratar o hemangioma por considerarem que eles podem ser desfigurantes e provocar problemas sociais ou psicológicos.

No entanto, como os tratamentos podem ter efeitos colaterais e as lesões tendem a regredir espontaneamente, a conduta mais comum é apenas acompanhar a evolução, já que o tumor não provoca nenhum problema para a saúde física.

Caso o hemangioma forme uma ferida, apresente sangramento intenso, tenha sinais de inflamação ou aumente subitamente de tamanho, a criança deve ser levada ao médico para uma avaliação.

Nos casos em que a localização do tumor interfira com a visão, respiração, alimentação ou audição da criança, o que é raro, o tratamento pode ser indicado.

Antes de se decidir por tratar o hemangioma, os possíveis efeitos colaterais dos tratamentos devem ser levados em conta, já que o tumor tende a desaparecer espontaneamente ainda durante a infância.

Alguns dos tratamentos são: cirurgia, laser, criocirurgia com nitrogênio líquido, uso de corticosteróides em infiltrações intralesionais ou via oral, imunossupressores de uso tópico e betabloqueadores. A indicação do tratamento mais adequado vai depender de cada caso.

Outras imagens

Veja mais imagens de hemangioma infantil.

 

Colaboração: Dr. Roberto Barbosa Lima – Dermatologista

 

E compartilhe!

Câncer de Pele

Saiba o que é e aprenda a se prevenir

O câncer da pele é um tumor formado por células da pele que sofreram uma transformação e multiplicam-se de...

Saiba mais

Fale com o Doutor

Encontre um Dermatologista

Utilize o nosso sistema de busca para encontrar o dermatologista na localidade ideal para você!

Ir à Busca
Publicidade
Desenvolvido por Visana Comunicação