É fácil prevenir-se contra o câncer de pele. Saiba como clicando aqui!

Área Médica
Siga-nos:

Menu

Pesquisar

Laser para celulite e gordura localizada

Acaba de chegar no mercado o primeiro laser para o combate da celulite e gordura localizada, aprovado pela ANVISA (Vigilância sanitária). Este aparelho é italiano, e foram desenvolvidos trabalhos científicos na USP (Universidade de São Paulo), com excelentes resultados clínicos.

Este aparelho se chama Triactive, ou seja, apresenta 3 funções, que juntas, conseguem reduzir, ou até mesmo eliminar as celulites grau I e II (leve a moderada) e melhorar bastante as grau III e IV (mais intensa).

Como funciona o laser para celulite e gordura localizada

A primeira função, visa abrir os gânglios linfáticos, através do estímulo do aparelho em áreas como região pubiana e axilar. Em seguida inicia-se a aplicação do laser diodo de baixa fluência, que proporciona a quebra das traves de gordura (estas que dão aspecto de depressão da pele).

Posteriormente, faz-se com o mesmo aparelho uma drenagem linfática com uma ponteira resfriada, com o objetivo de levar esta gordura e o excesso de líquido presente ao redor desta gordura para a região destes gânglios linfáticos, visando a eliminação destes produtos através do sistema linfático, que será despejado nas fezes e urina.

Resultados só após a 10ª sessão

Este procedimento é indolor, dá uma sensação de relaxamento e bem estar após cada sessão. São preconizadas 15 sessões para se obter um bom resultado, sendo 2 por semana, com duração média de 40 à 60 minutos. O resultado visual começa a aparecer em torno da décima sessão.

Este laser está sendo também utilizado na face, visando o afinamento da mesma e diminuição das rugas finas, pois como o laser diodo é de baixa potência e apresenta penetração profunda na pele, ele estimula o colágeno. Após 10 sessões, ocorre uma melhora da qualidade da pele do rosto.

O laser para celulite não é a solução para o problema, já que este é um mal multifatorial, mas é uma grande arma para o combate da mesma, com trabalhos científicos mostrando excelentes resultados e aprovado pela ANVISA. Vale lembrar que muitos dos tratamentos utilizados para esta finalidade não tem esta aprovação, como, por exemplo, a mesoterapia (alcachofra).

Veja também: dicas de alimentação para combater a celulite.

Colaboração: Dr. Alexandre Filippo – Dermatologista

E compartilhe!
Desenvolvido por Visana Comunicação