É fácil prevenir-se contra o câncer de pele. Saiba como clicando aqui!

Área Médica
Siga-nos:

Menu

Pesquisar

Cauterização química

cauterização química

Cauterização química

A cauterização química consiste na aplicação de uma substância cáustica, geralmente um ácido, sobre uma lesão cutânea, provocando a sua destruição.

O tratamento causa leve ardência ou sensação de pinicação bastante suportável, semelhante à sensação de coceira de uma picada de formiga. Logo após a a aplicação do ácido, a área fica esbranquiçada (foto ao lado), e pode ocorrer vermelhidão ao redor da área tratada, que tende a ceder poucos minutos após o procedimento.

Dependendo da concentração do ácido utilizado para fazer a cauterização química, o branqueamento da pele pode ser mais discreto quando são usadas concentrações baixas ou mais intenso quando se usa concentrações mais altas. A persistência desta coloração também vai depender da concentração utilizada, sendo mais duradoura quando o ácido é mais concentrado, podendo persistir por cerca de 30 a 40 minutos, quando regride.



Nos dias que se seguem, a área tratada vai tornando-se progressivamente escurecida e ressecada, devido à morte celular do tecido tratado. Não é necessário qualquer tipo de tratamento adicional após a aplicação, devendo-se apenas tomar cuidado para que as lesões não sejam removidas precocemente durante a fase em que estão secando.

Em cerca de 7 a 15 dias após a realização do procedimento, as lesões são eliminadas.

A cauterização química de lesões benignas traz ótimos resultados

Quando realizada de forma criteriosa, e com a concentração adequada do ácido, a cauterização química proporciona ótimos resultados. Pode ser usada para tratamento de pequenas lesões benignas da pele, como ceratose actínica, ceratose seborreica, verruga viral, molusco contagioso, dermatose papulosa nigra e acrocórdon, siringoma e xantelasma, entre outras.

No exemplo de tratamento abaixo, uma paciente apresenta pequenas lesões papulosas (elevadas), de coloração marrom, atingindo a região do pescoço, características da dermatose papulosa nigra, que representa um tipo específico de apresentação da ceratose seborreica.

Cada lesão foi tratada com a aplicação cuidadosa de um ácido, tomando-se o cuidado de não atingir a pele ao redor para evitar a sua queimadura e o resultado, após 30 dias, pode ser observado nas fotos abaixo.

cauterização química

Colaboração: Dr. Roberto Barbosa Lima – Dermatologista

E compartilhe!
Desenvolvido por Visana Comunicação