É fácil prevenir-se contra o câncer de pele. Saiba como clicando aqui!

Área Médica
Siga-nos:

Menu

Pesquisar

Fulguração

fulguração

Angioma estelar tratado com fulguração

A fulguração é realizada com um aparelho de eletrocoagulação, disparando-se uma faísca elétrica sobre a lesão que, fulgurada, morre e é eliminada em alguns dias.

Técnica utilizada em lesões bem pequenas, uma rápida fagulha é suficiente e pode ser feito sem anestesia ou com uso de anestésicos sob a forma de creme, aplicados com antecedência de uma hora.

Fulguração para pequenos vasos

A fulguração é muito utilizada para para tratar pequenos vasos dilatados (telangiectasias) ou angiomas estelares (foto abaixo). Neste caso a ponteira do aparelho é uma fina agulha, que se introduz no vaso e a faísca elétrica faz com que ele se feche.

Na foto ao lado, foi realizada uma fulguração de um angioma estelar, também chamado de nevo araneus, com ótimo resultado.

 

Colaboração: Dr. Roberto Barbosa Lima – Dermatologista

E compartilhe!
Desenvolvido por Visana Comunicação