É fácil prevenir-se contra o câncer de pele. Saiba como clicando aqui!

Realização: Barbosa Lima Dermatologia

Menu

Pesquisar

COVID-19 e os cuidados com a pele, unhas e cabelos

Com a preocupação pelo risco de contaminação pelo novo coronavírus, causador da COVID-19, inúmeros questionamentos têm sido feitos a respeito da durabilidade desse microrganismo em superfícies inertes e sobre a pele humana e seus anexos (unhas e cabelos).

covid-19

Há consenso científico de que o novo coronavírus é capaz de sobreviver por algumas horas em suspensão no ar e de horas a dias sobre certas superfícies.

Da mesma forma, há a convicção de que o contato da pele com estas superfícies contaminadas pode carreá-lo até as mucosas da face, principal porta de entrada no organismo humano.

Continue a ler após a publicidade…



Até o momento, os estudos que apresentam recomendações de higiene pessoal mostram que o uso de água e sabão/sabonete são excelentes inativadores do vírus.

Evite a contaminação pelo Covid-19

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) elaborou um alerta útil à população, lembrando que as mãos podem carrear a infecção e que, em média, uma pessoa toca a face 23 vezes a cada hora.

Diante disso, a SBD recomenda as medidas abaixo para reduzir os riscos de contaminação com o novo coronavírus:

1) Os hábitos de higiene pessoal devem ser intensificados durante a pandemia. De preferência, use água e sabão/sabonete durante o banho e álcool 70% (em gel ou líquido) para higienizar as mãos, antes e depois de tocar em superfícies possivelmente contaminadas;

2) As unhas devem ser mantidas com comprimento curto, neste momento;

3) Ao lavar as mãos, deve-se limpar ao redor e embaixo das unhas, onde ocorre o seu descolamento fisiológico;

4) No caso de uso de esmalte, se essa cobertura estiver soltando ou com falhas, deve-se retirá-la ou redobrar os cuidados com a higiene;

Continue a ler após a publicidade…



5) Cabelos, bigodes e barbas devem ser lavados com uso de shampoos e/ou sabonetes como forma de prevenção;

6) Banhos com maior frequência, sobretudo quando chegar em casa ou ter mantido contato com caso suspeito ou confirmado, garante a desinfecção de pele, pelos e unhas.

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia

Gostou? Compartilhe!

Dr. Roberto Barbosa Lima

Coordenador do Dermatologia.net

Especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

Saiba mais

O câncer de pele é curável

Procure o Dermatologista

Surgiu um sinal novo? Não perca tempo! O câncer de pele, quando tratado precocemente, pode ser curado.

Saiba mais

Desenvolvido por Visana Comunicação