É fácil prevenir-se contra o câncer de pele. Saiba como clicando aqui!

Área Médica
Siga-nos:

Menu

Pesquisar

Orientações iniciais para a perda de peso

O excesso de peso não é apenas um incômodo do ponto de vista estético. É, principalmente, um grave fator de complicação da saúde. A obesidade aumenta o risco de doenças cardíacas, hipertensão, infarto e diabetes e diminui a expectativa de vida.

A maioria das pessoas com excesso de peso, querem resolver seu problema em pouco tempo, no entanto, dietas milagrosas tem efeito temporário, pois não levam à mudança dos hábitos alimentares. Após sua interrupção, o peso volta a aumentar. A perda de peso deve ser lenta e progressiva, para que os resultados sejam duradouros e seu organismo se adapte à sua nova condição.

Não fique ansioso para perder em um mês o peso que levou anos para acumular. Vale mais a pena perder 1 quilo por mês em 10 meses e aprender a manter-se dentro do peso ideal, do que 10 quilos em 1 mês e recuperar tudo no mês seguinte. O objetivo principal é a mudança de hábitos alimentares inadequados com consequente perda de peso.

As dietas para emagrecimento não devem ser restritivas demais, pois ninguém gosta de passar fome. Elas devem fornecer uma quantidade de calorias um pouco abaixo de suas necessidades diárias, levando seu organismo a consumir gradativamente as reservas acumuladas sob a forma de gordura. Portanto, o cálculo da dieta deve ser feito de acordo com as características e hábitos de vida de cada pessoa.

Dicas iniciais para a perda de peso

As orientações abaixo vão ajudá-lo inicialmente, até que você possa consultar um nutricionista para calcular uma dieta adequada ao seu peso ideal e seu gasto energético:

  • Não utilizar açúcar, doces, sorvetes, refrigerantes, frituras e bebidas alcoólicas.
  • Em substituição ao açúcar, pode ser usado adoçante artificial, recomendando-se um rodízio entre as diferentes substâncias encontradas no mercado.
  • Evitar as carnes vermelhas, dando preferências às carnes brancas, sendo estas sempre assadas, cozidas ou grelhadas.
  • Reduzir a ingestão de massas, batatas, farinhas e arroz. Não misturar estes alimentos em uma mesma refeição.
  • Ingerir à vontade os seguintes alimentos: couve, jiló, pepino, acelga, alface, bertalha, cebola, tomate, couve-flor, agrião, brócolis, chicórea, repolho, beringela e rúcula.
  • Não usar manteiga ou maionese.
  • Mate, chá e limonada podem ser consumidos à vontade.
  • Mastigar bem os alimentos, procurando realizar as refeições em ambientes tranquilos.
  • Não utilize a alimentação como válvula de escape para suas ansiedades. Procure praticar exercícios regularmente e ter momentos de lazer ao ar livre.

A persistência e a consciência da necessidade de mudar a relação com a alimentação são fundamentais para o sucesso da dieta de perda de peso. Evitar a obesidade é um investimento em saúde e depende não só de mudanças alimentares como também de hábitos de vida.

 

Colaboração: Patrícia Barbosa Lima – Nutricionista Clínica

E compartilhe!

Câncer de Pele

Saiba o que é e aprenda a se prevenir

O câncer da pele é um tumor formado por células da pele que sofreram uma transformação e multiplicam-se de...

Saiba mais

Fale com o Doutor

Encontre um Dermatologista

Utilize o nosso sistema de busca para encontrar o dermatologista na localidade ideal para você!

Ir à Busca
Publicidade
Desenvolvido por Visana Comunicação